História

Versão de impressãoSend by email

A História da APP

A psicomotricidade, nos anos mais recentes, tem vindo a ser objeto de um significativo desenvolvimento científico e profissional, o que incrementou a sua compreensão e aceitabilidade na comunidade científica nacional e internacional. Esta realidade tem-se afirmado quer nos contextos institucionais onde se desenvolve a sua prática (re)educativa ou terapêutica, quer nos níveis de decisão política que lhe são mais próximos.

O desenvolvimento emergente da Psicomotricidade tem vindo a colocar novos desafios, relacionados com o desenvolvimento de modelos de formação, linhas de pesquisa e formas de enquadramento profissional, aptos a responder às novas necessidades sociais.

A Associação Portuguesa de Psicomotricidade (APP) surgiu neste contexto de desenvolvimento, tendo efetuado o seu Registo como Pessoa Coletiva em 29 de agosto de 2000. A 9 de janeiro de 2001, os estatutos da APP foram registados em Cartório Notarial e em 20 de abril de 2001 foi publicada em Diário da República a sua constituição oficial. A primeira Assembleia Geral, na qual foram eleitos os seus primeiros Corpos Sociais, decorreu a 31 de março de 2001.

A APP é definida como uma associação científico-profissional, sem fins lucrativos, que pretende promover o conhecimento do perfil profissional do Psicomotricista, impulsionar o estudo e divulgação de conhecimentos científicos, investigar, formar ou colaborar na formação no âmbito da Psicomotricidade, bem como estabelecer os contatos nacionais ou internacionais, considerados necessários.